25/04/2016 - Fundação Mapfre lança estudo sobre o mercado de seguros no Brasil

Levantamento traz panorama inédito da influência do setor para a economia brasileira

Por Tany Souza

Nesta terça-feira, 19, a Fundação Mapfre apresentou o estudo “O seguro na sociedade e na economia do Brasil”, no auditório do SindSegSP, com comparativos entre a penetração do mercado de seguros na América Latina e no Brasil, além de levantamentos com estimativas, argumentos e evidências da atuação desse setor na economia do país.

O presidente da Mapfre Brasil, Wilson Toneto, enfatizou a importância de análises como essas para o mercado de seguros e para a economia como um todo. “Esse trabalho apresenta de forma holística o nosso setor e mostra conceitos importantes como a função e a organização social, o posicionamento do mercado brasileiro, particularidades na distribuição do seguro, no seguro saúde, microsseguro etc. É um momento de a sociedade trazer boas notícias, pois em meio à crise temos que ter seriedade, mas pensar em maneiras de avançar, de disseminar conhecimento, perpetuar negócios, aproveitar oportunidades e divulgar nosso setor”.

Entre os resultados, destaca que o Brasil tem ganhado expressão no mercado segurador. Nos segmentos de não vida (auto e danos), a América Latina tem 3,5% do PIB segurado, enquanto o Brasil, isoladamente, atinge a marca de 1,7% desse montante.

Outro dado levantado no estudo é que a atividade de seguros gera importantes contribuições para os cofres públicos brasileiros. Considerando-se apenas os efeitos diretos e indiretos, o montante de impostos e contribuições sociais canalizadas chegou a quase R$ 39,7 bilhões de reais em 2014.

Para o doutor em economia José Antonio Herce (foto), que apresentou as peculiaridades do estudo, há quatro pontos importantes na economia dos países emergentes. “É importante falar dos benefícios do seguro independente do tipo de economia e de seu papel nas famílias. Como em todos os países do mundo, o Brasil tem peculiaridades nesse setor e uma delas é o seguro saúde, muito importante para a sociedade, além do microsseguro que é recente, e do resseguro que foi privatizado há poucos anos”.

Durante a explicação sobre os pontos levantados pelo estudo, Herce enfatiza a importância do seguro para a sociedade, já que permite fazê-la economizar. “O seguro faz com que, uma sociedade que não é conservadora, possa continuar funcionando, sem ele jamais conseguiria poupar tanto”.

Acompanhem a Revista Cobertura no Twitter – www.twitter.com/revcobertura e também no Facebook – Revista Cobertura – Mercado de Seguros.

FONTE: Revista Cobertura

Disponível em: http://www.revistacobertura.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=110762&friurl=:-Fundacao-Mapfre-lanca-estudo-sobre-o-mercado-de-seguros-no-Brasil-:


Grupo GC do Brasil © 2013 - Todos os direitos reservados | R. Domingos de Morais, 388, 2ª andar, Vila Mariana - São Paulo - SP | CEP:04010-000 | Tel. (11) 2476.6076


Desenvolvido por Webplus